O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo (9), durante uma conferência com líderes mundiais, que enviará nas próximas semanas ajuda ao Líbano. Presidente brasileiro prometeu o envio de 4 mil toneladas de arroz ao país árabe, que teve o estoque de grãos e cereais comprometido por causa da explosão, além de uma aeronave com medicamentos e insumos básicos.

“Nos próximos dias partirá do Brasil rumo ao Líbano uma aeronave da Força Aérea Brasileira, com medicamentos e insumos básicos de saúde, reunidos pela comunidade libanesa radicada no Brasil. Também estamos preparando o envio, por via marítima, de 4 mil toneladas de arroz para atenuar as consequências das perdas de estoque de cereais destruídos na explosão”, disse Bolsonaro.

Chefe-do executivo disse ainda que o Brasil vai mandar uma equipe técnica multidisciplinar para auxiliar na perícia da explosão e que convidou o ex-presidente Michel Temer, descendente de libaneses, para chefiar a missão ao Líbano.