Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

Eduardo El Hage, chefe do Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro, pediu que Marcelo Bretas destine, ao estado do Rio de Janeiro, metade do valor bloqueado nas contas de 72 delatores da Operação Lava Jato, envolvidos em desvios na gestão de Sergio Cabral.

O governador Wilson Witzel estima que o estado possa receber R$ 1 bilhão.

Com informações de O Globo