Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

A ministra do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia suspendeu, no final da tarde desta terça-feira (19), a análise, pela Segunda Turma, de uma denúncia por corrupção e lavagem contra o senador Renan Calheiros(MDB-AL) na Operação Lava Jato.

Presidente do colegiado, ela disse que não haveria tempo suficiente para os cinco ministros falarem.

O senador poderá, dependendo da avaliação do STF, se tornar réu por supostamente receber e distribuir a aliados R$ 1,8 milhão da NM Engenharia, em troca de contratos na Transpetro.