Foto: reprodução

A reforma da Previdência foi aprovada nesta terça-feira, 22, em segundo turno no plenário do Senado por 60 votos a 19. O texto-base prevê uma economia de R$ 800 bilhões em dez anos.

Esta é a penúltima fase da tramitação da proposta de emenda à Constituição. Concluída a votação, a PEC seguirá para promulgação pelo plenário do Congresso Nacional.

A reforma da Previdência retira o Brasil de um grupo restrito de nações que ainda permite a concessão do benefício considerando apenas o tempo de contribuição, característica que, segundo a área econômica, privilegia trabalhadores de maior renda.

Por se tratar de emenda à Constituição, a proposta precisou ser submetida a dois turnos de votação e ter o apoio mínimo de 49 dos 81 senadores.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), pretende agendar uma sessão do Congresso para promulgar a nova Previdência daqui a 10 dias.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram