CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A equipe médica do Donald Trump informou na tarde deste sábado (3) que o presidente dos Estados Unidos tem boa evolução do tratamento contra o novo coronavírus. Segundo o médico Sean Conley, o republicano não tem mais febre e também não necessita de oxigênio suplementar. No entanto, uma fonte próxima à situação ouvida pela agência Reuters disse que alguns do sinais vitais do presidente nas últimas 24 horas foram “preocupantes”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Vinte e quatro horas atrás, havia uma preocupação real com os sinais vitais do presidente”, disse a fonte. “Nas últimas 12 horas, não houve preocupação.”

A fonte, que pediu para não ser identificada, disse que as próximas 48 horas serão “críticas”, ao contrário do que afirmaram os médicos durante a entrevista coletiva.

Na entrevista coletiva, o Dr. Sean Dooley disse que as funções cardíaca, renal e hepática estão todas normais, que Trump não está tomando oxigênio e não está tendo nenhuma dificuldade para respirar ou andar.

Ele citou Trump como dizendo: “Sinto que poderia sair daqui hoje.” Separadamente, o Dr. Brian Garibaldi descreveu Trump como estando “de ótimo humor”.

Os médicos também disseram que Trump estava sem febre há 24 horas e que os sintomas de tosse nasal e fadiga haviam sido “resolvidos”. No entanto, eles não deram uma data para quando Trump pode deixar o centro.

Conley reiterou que Trump recebeu um coquetel de anticorpos, bem como zinco, vitamina D, famotidina, melatonina e aspirina diária. Ele também disse que Trump estava tomando Remdesivir por cinco dias.

Trump voltou a postar no Twitter na tarde deste sábado (3). Ele, que está internado no hospital militar Walter Reed, em Maryland, para se tratar da covid-19, afirmou que o Congresso precisa trabalhar em conjunto para aprovar um pacote de estímulos fiscais à economia americana.

“Nosso grande país quer e precisa de estímulos. Trabalhem juntos (Congresso) e façam isso acontecer. Obrigado!”, escreveu o presidente em postagem feita há pouco.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE