quinta-feira, 22 de abril de 2021

Autoridades de saúde australianas aconselham sexo com distância de 1,5 metros para prevenir Covid

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

As medidas restritivas para conter a disseminação do novo coronavírus continuam sendo recomendas pelas autoridades de saúde. O governo local de Nova Gales do Sul na Austrália, criou um website com conselhos para sexo durante a pandemia que está a dar que falar.  A informação é do jornal português Correio da Manhã.

Entre várias recomendações, uma chama a atenção: sexo com distância de 1,5 metros para prevenir Covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

“Ainda que um estudo chinês tenha detetado vestígios de Covid-19 no sémen, não há evidência científica de que a doença seja transmitida por fluidos sexuais. O que sabemos é que a Covid-19 é transmitida por gotículas respiratórias. E fazer sexo sem partilhar estas partículas é muito difícil”.

Por isso, recomendam os especialistas australianos que “se mantenha uma distância de pelo menos 1,5 metros durante as relações sexuais”. A sugestão está a ser ridicularizada, com vários internautas a questionar, segundo o Daily Star, “Como é que é possível fazer sexo com alguém a essa distância?”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

 

Esta reportagem foi originalmente publicada no Correio da Manhã.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos