segunda-feira, 19 de abril de 2021

Biden ordena ataques aéreos contra milícia apoiada pelo Irã na Síria

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

Os Estados Unidos realizaram nesta quinta-feira (25) ataques aéreos no leste da Síria em locais ligados a grupos apoiados pelo Irã que se acredita estarem envolvidos em ataques recentes no Iraque. A primeira operação militar da era Biden responde aos bombardeios contra alvos norte-americanos no Iraque, interlocutores do Governo à mídia.

várias instalações foram atingidas no ataque aéreo que teve como alvo grupos da milícia xiita baseados na fronteira do Iraque, Kait’ib Hezbollah e Kait’ib Sayyid al Shuhada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Ambas as forças são suspeitas de terem recebido financiamento e apoio militar da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã.

O oficial de segurança disse que o ataque foi uma estratégia defensiva, com o objetivo de interromper e impedir futuros ataques de foguetes do grupo de milícia visto recentemente no Iraque.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

O Departamento de Defesa posteriormente confirmou os ataques.

“Esses ataques foram autorizados em resposta aos recentes ataques contra americanos e pessoal da coalizão no Iraque, e às ameaças em curso a esse pessoal”, disse o porta-voz do Pentágono, John Kirby, em comunicado na noite de quinta-feira. “Os ataques destruíram várias instalações localizadas em um ponto de controle de fronteira usado por vários grupos militantes apoiados pelo Irã, incluindo Kait’ib Hezbollah e Kait’ib Sayyid al-Shuhada.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 4

“Estou confiante no objetivo que buscamos, sabemos o que acertamos”, disse o secretário de Defesa Lloyd Austin a repórteres. “Estamos confiantes de que aquele alvo estava sendo usado pelos mesmos militantes xiitas que realizaram os ataques”, referindo-se a um ataque de foguete no norte do Iraque em 15 de fevereiro que matou um empreiteiro civil e feriu um Membro do Serviço dos EUA e outro pessoal da coalizão.

O ataque ocorreu após uma série de ataques com foguetes nos últimos dias contra instalações no Iraque usadas pelos EUA, incluindo um que matou um empreiteiro que trabalhava com a coalizão liderada pelos EUA no país. Não ficou imediatamente claro se houve vítimas nos EUA greves.

Por volta das 2 da manhã hora local, um único jato F-15 disparou contra um conjunto de edifícios em um local que se acredita ser um ponto de trânsito para o contrabando de membros da milícia para o Iraque, de acordo com um oficial. Esperava-se que um punhado de pessoas estivesse no local, disse o oficial.

Após cerca de uma década de guerra civil, os militares da Síria estão em pouca posição para responder diretamente a um EUA ataque. O país enfrentou dois ataques dos EUA militares durante o mandato do ex-presidente Donald Trump, tanto quanto ao uso de armas químicas pelo presidente Bashar al-Assad no conflito.

Ao atingir uma instalação na Síria que se dizia estar ligada a grupos de milícias iranianas, os EUA evita o aumento das tensões que viriam com um ataque direto ao Irã, que o governo Biden está tentando persuadir a retornar ao acordo nuclear de 2015 do qual Trump se retirou há três anos.

“A operação envia uma mensagem inequívoca”, disse Kirby na noite de quinta-feira. “O presidente Biden agirá para proteger o pessoal americano e da coalizão. Ao mesmo tempo, agimos de maneira deliberada com o objetivo de desacelerar a situação geral no leste da Síria e no Iraque. “

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos