quarta-feira, 21 de abril de 2021

Milhares vão às ruas em Londres sem máscara em protesto contra medidas sanitárias anticovid

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

RFI – Milhares de pessoas foram às ruas de Londres neste sábado (20) em um protesto contra as medidas sanitárias impostas pelo governo para conter a pandemia de Covid-19. Cercada por um forte esquema de segurança, a manifestação foi pacífica, mas alguns participantes chegaram a ser detidos ao tentarem enfrentar a polícia.

Os manifestantes, a maioria deles sem máscara de proteção, marcharam pelo centro de Londres em direção ao Hyde Park. A situação ficou tensa no final do cortejo, quando a polícia tentou dispersar a multidão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Aos gritos de “liberdade”, alguns participantes contestaram a ação das forças de ordem e atiraram garrafas nos policiais. Segundo as autoridades, pelo menos 13 pessoas haviam sido detidas no final da tarde. Protestos similares também estavam previstos em outras cidades do país.

As manifestações acontecem no momento em que metade da população adulta do Reino Unido já recebeu pelo menos uma dose de vacina contra a Covid-19. O ministro britânico da Saúde, Matt Hancock, celebrou o êxito da campanha de vacinação e, por meio de um vídeo nas redes sociais, agradeceu a mobilização das pessoas que participaram da iniciativa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

“O programa de vacinação britânico é um grande sucesso. E isso é acontece graças ao trabalho duro de muitas pessoas. Não é fácil, mas nós estamos progredindo”, disse o ministro.

Ele também pediu para as pessoas não hesitem em se imunizar a serem contactadas para receber a primeira dose. A declaração faz alusão à resistência de parte da população, não apenas no Reino Unido, diante da vacina do laboratório AstraZeneca, cuja a descoberta foi feita junto com a universidade britânica Oxford, e que chegou a ser suspensa em alguns países europeus suspeita de efeitos colaterais graves, antes de ser autorizada novamente na sexta-feira (19).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 4

País da Europa mais atingido pela pandemia, com mais de 126 mil mortos, o Reino Unido também foi um dos últimos do bloco a instaurar um regime de confinamento, em uma tentativa de preservar a economia. Desde então, os britânicos já foram submetidos a três períodos de lockdown.

Investimento em várias vacinas

O Reino Unido já administrou 26 milhões de primeiras doses de vacinas contra a Covid-19. A campanha de vacinação, que foi ampliada e já atinge todos os maiores de 50 anos, conta com três imunizantes diferentes: Pfizer/BioNTech, AstraZeneca/Oxford e Moderna, este último aprovado recentemente pelo órgão regulador britânico e que deve começar a ser aplicado na população “nas próximas semanas”, segundo o ministro da Saúde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos