quarta-feira, 12 de maio de 2021

Congresso do Peru cassa direitos políticos do ex-presidente por 10 anos após tomar vacina escondido 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

Nesta sexta-feira (17) o  Congresso do Peru decidiu  cassar os direitos políticos do ex-presidente Martín Vizcarra por 10 anos pelo escândalo da vacinação irregular contra a covid-19. Com isso, o político, que havia se elegido com o maior número de votos para o Parlamento no domingo, não poderá tomar posse.

Nem Vizcarra nem seu advogado participaram da sessão do Congresso.O ex-presidente usou as redes sociais para denunciar que o plenário estava cometendo crime de abuso de autoridade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Segundo o político, o delito foi cometido ao continuar com a sessão de inabilitação sem permitir que ele exercesse seu direito de defesa, o que violava o processo.

“O Congresso não está acima das leis e da Constituição”, escreveu Vizcarra, que afirmou que o processo é um ato de vingança e perseguição política contra ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

Martín Vizcarra, que defende seu direito constitucional de ser eleito, já apresentou uma liminar perante o Judiciário e também uma medida cautelar perante a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos