Foto: reprodução

A economia da China está começando a mostrar alguns sinais de normalização após o grande impacto causado pelo coronavírus (Covid-19), afirmaram autoridades do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Nesta sexta-feira (20), a ditadura chinesa teve seu 2º dia consecutivo sem transmissão local do Covid-19. A Comissão Nacional de Saúde do país registrou 39 novos casos importados da doença.

De acordo com as autoridades do FMI, a maioria das grandes empresas chinesas reabriu e muitos funcionários locais voltaram ao trabalho, mas as infecções podem aumentar novamente à medida que as viagens nacionais e internacionais forem retomadas.

Surtos em outros países e variações no mercado financeiro podem fazer com que consumidores e empresas sejam cautelosos com os produtos chineses, no momento que a economia está voltando ao trabalho, disseram.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram