FOTO: DIvulgação

Lojas de varejo e locais para cultos religiosos, que estão fechados sob uma das regras mais rígidas de controle da pandemia do novo coronavírus, serão reabertos na Califórnia, anunciaram autoridades locais de saúde. 

O Departamento de Saúde Pública da Califórnia informou que empresas, igrejas, sinagogas e mesquitas poderão reabrir com 25% da ocupação máxima e outras restrições. 

As novas regras vêm em meio ao aumento da pressão por parte de processos vindos de igrejas, protestos e até de uma pressão do presidente Donald Trump para a reabertura dos templos religiosos e para que os americanos voltem ao trabalho. 

Sob as novas regras, empresários e líderes religiosos precisam esperar a aprovação de autoridades sanitárias locais antes de abrir suas portas ao público. 

Cada prédio poderá ter ocupação de 25%, mas com o limite de até 100 pessoas para serviços ecumênicos, não importando o tamanho do templo, de acordo com nota oficial. 

As pessoas devem manter uma distância de 2 metros entre si para conter a propagação do vírus que causa a doença respiratória covid-19. A pandemia matou quase 100 mil pessoas nos Estados Unidos.

*Com informações de Reuters

Siga a Gazeta Brasil no Instagram