The New York Times

A China aprovou na segunda-feira (29) uma nova e polÇemica lei para Hong Kong que permitiria que as autoridades possam conter a oposição a Pequim. Governos ocidentais alertaram sobre a destruição das liberdades no território.

Os legisladores em Pequim votaram por unanimidade na aprovação da lei de segurança nacional para Hong Kong, de acordo com Lau Siu-kai, um consultor sênior de Pequim em política de Hong Kong, além de dois jornais de Hong Kong que servem como canal para a política oficial de Pequim. , Wen Wei Po e Ta Kung Pao.

No mês passado, a China anunciou que iria impor a lei que criminaliza qualquer ato de secessão, subversão, terrorismo ou conluio com forças estrangeiras.

A medida ocorre após protestos  no ano passado – provocados por outra lei – que se tornou um movimento pró-democracia.

Os críticos temem que essa lei possa ser uma ameaça maior à identidade de Hong Kong.

A lei ressalta a determinação de Pequim em alcançar uma mudança política em Hong Kong, uma ex-colônia britânica com seu próprio sistema legal e liberdades civis ausentes na China continental. Pode ser usado para reprimir protestos como os que no ano passado evoluíram para um desafio cada vez mais conflituoso e às vezes violento ao domínio chinês.

 

Com informações News York Times

 

Siga a Gazeta Brasil no Instagram