Jovens do Alabama, estado localizado no sul dos Estados Unidos. estão promovendo ‘festas do Covid-19’, uma competição  na qual pessoas que têm coronavírus participam e a primeira pessoa a ser infectada recebe um pagamento, disseram autoridades locais.

Segundo a CNN americana, no evento, os jovens colocam dinheiro em um pote. O primeiro participante diagnosticado com Covid-19 depois da festa fica com o valor arrecadado.

As festas contrariam uma ordem da governadora Kay Ivey, que estendeu até 31 de julho a proibição a aglomerações no Alabama não relacionadas a trabalho. Além disso, o uso de máscaras em público se tornará obrigatório a partir de segunda-feira (6) em Tuscaloosa.

A atitude irresponsável dos estudantes foi confirmado pelo chefe dos bombeiros de Tuscaloosa, Randy Smit.

Segundo ele, nas últimas semanas houve festas em toda a cidade. “Achamos que isso era um boato”, disse Smith. “Fizemos algumas pesquisas. Não apenas os consultórios médicos confirmam, mas o estado confirmou que eles também tinham a mesma informação”.