Ouça essa matéria na integra

O governo dos Estados Unidos confirmou que 11 militares americanos ficaram feridos nos ataques à base iraquiana de Ain al-Asad, em represália à morte do general iraniano Qassem Soleimani, informa a Reuters.

Até então, os EUA diziam que nenhum integrante de suas tropas havia se ferido.

“Embora nenhum militar dos EUA tenha sido morto no ataque iraniano de 8 de janeiro à base aérea de Al Asad, vários foram tratados por sintomas de concussão devido à explosão e ainda estão sendo avaliados”, disse o capitão Bill Urban, porta-voz do Comando Central dos EUA, em comunicado.