O governo dos EUA de Donald Trump rescindiu na tarde desta terça-feira (14), a decisão que suspendia o visto de estudantes estrangeiros que teriam apenas aulas online no próximo ano letivo. A informação é da CNN Brasil.

A juíza federal Allison D. Burroughs anunciou hoje, em audiência, que o Departamento de Segurança Doméstica e a polícia de imigração concordaram em desistir da política anunciada na semana passada. Assim, estudantes que terão apenas aulas online no ano letivo 2020-2021, como os de Harvard, poderão manter seus vistos F-1 e seguir morando nos EUA.

A juíza disse que as partes concordaram em uma resolução em menos de cinco minutos de audiência com Harvard e o MIT, que abriram uma ação contra o governo dos EUA.

Advogados de Harvard citaram o caso de um estudante que foi barrado no aeroporto de Minsk, em Belarus, por causa da nova orientação.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram