De acordo com os dados levantados pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos  a explosão maciça que aconteceu nesta terça-feira (04) em Beirute teve um impacto tão grande que acabou gerando ondas sísmicas equivalentes a um terremoto de magnitude 3,3.

Porém, eles destacam que esse equivalente não é “diretamente comparável a um terremoto de tamanho semelhante”.

Isso acontece por conta das explosões sofridas na superfície, como a explosão de Beirute, não produzem uma magnitude tão grande quanto um terremoto de energia semelhante produziria, de acordo com Don Blakeman, geofísico do Centro Nacional de Informações sobre Terremotos. Blakeman disse que a maior parte da energia entra no ar e nos edifícios.

“Pouca energia é transmitida para as rochas no solo”, disse ele.

Ou seja, caso essa explosão tenha ocorrido abaixo da superfície da Terra, a magnitude teria registrado ainda mais.