Duas fortes explosões na região portuária mataram nesta terça-feira (04), mais de 100 pessoas e ferindo cerca de 4 mil pessoas em Beirute, no Líbano. Há centenas de relatos de pessoas desaparecidas, aumentando o medo de que o número de mortos suba, disse o ministro da Saúde do Líbano na quarta-feira à mídia estatal.

A suspeita é que a explosão tenha partido de um armazém que guardava nitrato de amônio, um tipo de fertilizante, com grande potencial explosivo quando exposto a altas temperaturas. O presidente Michel Aoun disse na terça que é “inaceitável” que 2.750 toneladas de nitrato de amônio fossem armazenadas por seis anos em um depósito sem a segurança necessária.

Embora autoridades tenham descartado a possibilidade de um ataque ou um atentado como causa, o acidente levou pânico a uma cidade traumatizada por anos de violência e guerra civil.

O governador de Beirute disse que  causou até US $ 5 bilhões em danos, mas, neste momento, a dimensão total do dano é desconhecida. Países ao redor do mundo ofereceram condolências e prometeram ajuda para o que a Cruz Vermelha Libanesa está chamando de um desastre “sem precedentes e muito grande”.

Pelo menos 300.000 pessoas foram desalojadas de suas casas pela devastadora explosão de terça-feira, disse o governador de Beirute, Marwan Abboud, em entrevista ao canal estatal da Jordânia Al Mamlaka.

“Existem mais de 300.000 cidadãos libaneses incapazes de dormir em suas próprias casas”, disse Abboud durante a entrevista por telefone. “Metade da população de Beirute tem casas que não podem ser vividas no futuro próximo – pelas próximas duas semanas.”

Imagens e vídeos logo após a explosão mostram casas destruídas e cobertas com vidro quebrado.

 

Foram duas explosões. A primeira, segundo a TV Al-Manar, veículo oficial do grupo terrorista Hezbollah, foi causada por uma falha elétrica pouco antes das 18 horas (12 horas em Brasília). Ela teria provocado um incêndio em um depósito de fogos de artifício. Philip Boulos, que governa a região de Beirute, disse que uma equipe de bombeiros foi enviada para conter o fogo. Alguns minutos depois, veio a segunda explosão.