Foto: Divulgação

Ada Zanusso, uma idosa italiana de 104 anos, tornou-se a primeira pessoa mais velha do mundo a se recuperar do novo coronavírus. O Science Times divulgou que Ada, foi infectada pelo vírus em uma casa de repouso na Biella, norte da Itália, no dia 17 de março. Os sintomas que ela começou a apresentar foram febres e dificuldades respiratórias, antes de receber o diagnóstico oficial.

“Suspeitei que fosse coronavírus por causa do número de casos no lar. Infelizmente, eles tiveram algumas mortes por lá ”, afirmou seu filho, Giampiero ao jornal The Sun.

Os médicos ficaram muito surpresos com a recuperação da idosa e declaram que Ada agora é um “sinal de esperança” entre todas as mortes trágicas tanto no país quanto no  mundo.

 

Siga a Gazeta Brasil no Instagram