Japão
Foto: divulgação

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, decretou na manhã desta terça-feira (07), estado de emergência em algumas regiões do país por conta do coronavírus (Covid-19). Medida que dá às autoridades mais poder para pressionar as pessoas a ficarem em casa e as empresas a fechar.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, o país tem 3.906 casos confirmados da doença, 92 mortes e 592 pacientes recuperados.

Tóquio, Osaka e outras cinco regiões entraram em emergência, respondendo por cerca de 44% da população. O decreto é válido por um mês.

O governo também aprovou o pacote de estímulo no valor de 108 trilhões de ienes (990 bilhões de dólares) — equivalente a 20% da produção econômica do Japão — para aliviar o impacto da epidemia sobre a terceira maior economia do mundo.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram