Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

O ministro da Defesa da Colômbia, Guillermo Botero, renunciou, nesta quarta-feira (06), ao cargo antes da votação de uma moção de censura contra ele no Senado do país.

A saída de Botero do governo foi anunciada um dia após a oposição ao governo o acusar de esconder a morte de oito crianças e adolescentes em uma ação militar contra dissidentes da antiga Farc, no final de agosto.