Miguel Juan Sebastián Piñera Echenique

Um dia depois de uma nova onda de protestos violentos no Chile, o presidente Sebastián Piñera se manifestou publicamente, nesta segunda-feira (24) e pediu mais diálogo e paz para a população.

No domingo, foram registradas manifestações em cidades como Santiago e Viña del Mar — onde acontecia o tradicional Festival Internacional da Canção.

Milhares de manifestantes, muitos deles encapuzados, organizaram um protesto nos arredores do evento e tentaram invadir o festival. Houve forte repressão policial, confrontos e vandalismo.

“O Chile já teve muita violência. Chegou o tempo de cumprir o acordo de paz, pela democracia e contra a violência, fundamental para avançarmos em nossa agenda social”, disse Piñera.

A série de protestos no Chile teve início em outubro do ano passado e já deixou 31 mortos.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram