Ouça essa matéria na integra

O parlamento do Iraque aprovou, nesta segunda-feira (03), a renúncia do primeiro-ministro do país, Adel Abdul Mahdi. Porém, mesmo após a saída do cargo, os protestos contra o governo prosseguem por todo a nação.

Abdul Mahdi havia manifestado sua intenção de deixar o poder no mês passado.

Multidões frustradas com o alto nível de desemprego no país e serviços públicos insuficientes começaram as manifestações antigoverno no início de outubro.

Até agora,  380 pessoas morreram e 16 mil ficaram feridas nos confrontos com as forças de segurança.