domingo, 11 de abril de 2021

André Mendonça, da AGU, aceita convite para ser ministro da Justiça

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

O advogado-geral da União, André Mendonça, é o novo ministro da Justiça. A nomeação de Mendonça foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e deverá ser publicada nesta terça-feira, 28, no Diário Oficial da União. Bolsonaro bateu o martelo na tarde desta segunda, após se reunir com Mendonça e também com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, que até então vinha sendo considerado o candidato mais forte à vaga do ex-juiz Sérgio Moro.

Bolsonaro trabalhou com uma lista de nomes, de dentro e fora do governo, mas bateu o martelo na opção “da casa”, ou seja, da própria equipe. Evangélico, Mendonça é considerado extremamente leal, mas não tão íntimo da família Bolsonaro. Além disso, tem mais trânsito fora do governo do que o presidente. Como advogado geral da União, ele conta, por exemplo,  com mais acesso a ministros do Supremo Tribunal Federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Entre os nomes de fora do governo que Bolsonaro chegou a sondar para o Ministério da Justiça estão juristas de grande relevância e notoriamente conservadores, como o ministro Ives Gandra Martins, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), e o desembargador Thompson Flores, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Thompson Flores condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à prisão no processo do triplex do Guarujá (SP), conduzido por Moro na primeira instância.

Eles, porém, eram opções colocadas por generais e assessores diretos do presidente, mas desde o início o próprio Bolsonaro preferia alguém como Mendonça e Oliveira, de dentro do governo e de sua estrita confiança. No final, prevaleceu o temor de que Oliveira sofresse muito mais resistência, já que seu pai trabalhou durante muitos anos com Bolsonaro e ele próprio foi assessor e padrinho de casamento do deputado Eduardo Bolsonaro, o filho 03 do presidente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

Foi por isso que Mendonça – cotado inicialmente para assumir a vaga do decano  Celso de Mello, que se aposenta compulsoriamente do STF em novembro – passou a ser o candidato mais forte.

Só depois de anunciar o nome do sucessor de Moro na Justiça é que o  presidente  também confirmará o nome do novo diretor-geral da Polícia Federal para assumir o lugar de Maurício Valeixo. O delegado foi demitido na semana passada, fato que provocou a queda de Moro e a nova crise política do governo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 4

Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, Mendonça é também cotado como o ministro “terrivelmente evangélico” que poderá ser indicado para a vaga que será aberta após a aposentadoria de Celso de Mello no STF (Supremo Tribunal Federal), em novembro.

*Com informações Agência Estado

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Últimos artigos