quinta-feira, 22 de abril de 2021

Indicado para comandar Petrobras fechou escritório onde trabalhava namorada de Lula

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

O general Joaquim Silva e Lunan, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro,  está no comando da hidrelétrica de Itaipu desde janeiro de 2019. Ele foi responsável pelo fechamento do escritório em que trabalhava a socióloga Rosângela da Silva, a Janja, noiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Pouco de depois de ser nomeado para assumir a usina, ainda em 2019, Silva e Luna centralizou todas as operações da empresa em Foz do Iguaçu e fechou o escritório da estatal em Curitiba, com 115 funcionários, onde trabalhava a namorada de Lula. Na ocasião, os funcionários tiveram a opção de se mudar para município da região oeste ou aderir a um Programa de Demissão Voluntária (PDV).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Janja, que na época já namorava o petista, que estava preso por corrupção, optou por se desligar dos quadros da Itaipu, onde trabalhou por mais de 14 anos e recebia um salário mensal de R$ 20 mil. Janja foi oficialmente desligada em janeiro de 2020.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos