Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Política

Câmara Aprova Cadastro Nacional de Condenados por Violência contra a Mulher

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o Projeto de Lei 1099/24, que institui o Cadastro Nacional de Pessoas Condenadas por Violência contra a Mulher (CNVM). A proposta, que agora segue para o Senado, visa reunir informações de indivíduos condenados por crimes relacionados à violência contra a mulher.

De autoria da deputada Silvye Alves (União-GO), o projeto foi aprovado na forma de um substitutivo apresentado pelo relator, deputado Dr. Jaziel (PL-CE). O cadastro incluirá dados de condenados por sentença penal transitada em julgado, assegurando o sigilo do nome das vítimas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Para Silvye Alves, a criação do CNVM é uma ferramenta crucial para a prevenção de crimes contra mulheres, especialmente considerando a vasta extensão territorial do Brasil. “O banco de dados em nível nacional dará mais um instrumento para a sociedade civil e as autoridades de segurança pública para prevenir tais crimes contra as mulheres”, afirmou a deputada. Ela destacou que muitos criminosos reincidem em diferentes estados, dificultando a captura e a prevenção dos delitos.

O relator do projeto, deputado Dr. Jaziel, reforçou que o objetivo principal é impedir que agressores reincidam e façam novas vítimas. “A intenção é evitar que os agressores cometam o mesmo crime com outras mulheres”, declarou.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O cadastro abrangerá crimes como:

  • Feminicídio
  • Estupro
  • Estupro de vulnerável
  • Violação sexual mediante fraude
  • Importunação sexual
  • Assédio sexual
  • Registro não autorizado de intimidade sexual
  • Lesão corporal praticada contra a mulher
  • Perseguição contra a mulher
  • Violência psicológica contra a mulher

Entre as informações que constarão no CNVM estão o nome completo, documentos de identidade (RG e CPF), filiação, identificação biométrica com fotografia de frente e impressões digitais, endereço residencial e descrição do crime cometido.

O CNVM integrará dados dos bancos de segurança pública federais e estaduais, cabendo ao Executivo federal a gestão do cadastro. A comunicação entre sistemas será facilitada para permitir o compartilhamento de informações, que deverão ser atualizadas periodicamente. As informações permanecerão disponíveis até o término da pena ou por três anos, caso a pena seja inferior a esse período.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

As novas regras entrarão em vigor 60 dias após sua publicação, marcando um passo importante na luta contra a violência de gênero no Brasil.

*Com informações da Agência Câmara

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Jannik Sinner Tenista número 1 do mundo fora das Olimpíadas 2024

Esportes

Jannik Sinner está fora das Olimpíadas de 2024. O tenista italiano, atual número 1 do mundo no ranking da ATP, anunciou sua desistência nesta...

Inteligência Artificial Inteligência Artificial

Últimas Notícias

O cofundador da Microsoft, Bill Gates, compartilhou recentemente suas reflexões sobre o futuro da Inteligência Artificial (IA) no podcast Next Big Idea Club. Apesar...

Aliança Global contra a Fome G20 Aliança Global contra a Fome G20

Governo

O Brasil assumirá metade dos custos administrativos da Aliança Global contra a Fome e a Pobreza, um valor estimado entre US$ 9 milhões e...

BarrosoBoquinhaMiuda BarrosoBoquinhaMiuda

Justiça

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, concedeu regime aberto domiciliar a uma mulher grávida e mãe de duas crianças menores...

Após acréscimo de 15 minutos, Argentina marca no último lance e empata com Marrocos nas Olimpíadas Após acréscimo de 15 minutos, Argentina marca no último lance e empata com Marrocos nas Olimpíadas

Esportes

O futebol masculino na Olimpíada de Paris-2024 teve início nesta quarta-feira, com um empate de 2 a 2 entre Argentina e Marrocos em partida...

Rio Acre Rio Acre

Brasil

O Rio Acre atingiu nesta quarta-feira (24) a marca de 1,54 metro, conforme medição do Serviço Geológico Brasileiro (SGB) realizada no fim da manhã....

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

fábrica clandestina

São Paulo

Na última segunda-feira (22), a Polícia Civil fechou uma fábrica clandestina de perfumes localizada no Jardim Rosemary, em Itapevi, na Grande São Paulo. A...

São Paulo

Um esquema de entrega de drogas foi descoberto pela Polícia Militar na tarde desta quarta-feira (24) na região da Sé, no centro de São...

Recém-nascida roubada de hospital em MG é achada em Goiás; falsa pediatra foi presa Recém-nascida roubada de hospital em MG é achada em Goiás; falsa pediatra foi presa

Brasil

Na noite de terça-feira (23), uma recém-nascida foi retirada do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) por uma médica neurologista que...

Brasil

Uma operação da Polícia Militar resultou na prisão de um motorista de 21 anos que operava um veículo equipado com uma central de interferência...

Brasil

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal do Rio de Janeiro deve solicitar a extradição da argentina flagrada fazendo gestos racistas...

31 milhões de brasileiros deixam a insegurança alimentar, mas Brasil segue no Mapa da Fome da ONU 31 milhões de brasileiros deixam a insegurança alimentar, mas Brasil segue no Mapa da Fome da ONU

Últimas Notícias

O relatório “Estado da Segurança Alimentar e da Nutrição no Mundo” (SOFI) de 2024, divulgado nesta quarta-feira (24) por cinco agências especializadas da ONU,...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit