Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

A advogada do presidente Jair Bolsonaro, Karina Kufa, disse, na tarde desta terça-feira (09), ao O Antagonista, que não foi demitida, como teria afirmado Luciano Bivar a aliados.

“Bivar mentiu. Pedi a rescisão contratual com base nos arts 18º e 19º do código de ética da OAB”, explica.

Segundo pedido de rescisão encaminhado, nesta terça (09), a Bivar, presidente do PSL, houve “conflito entre dois constituintes” do escritório. No caso, Bolsonaro e o partido.

No pedido Kufa diz que permanecerá como advogada do presidente da República.

Confira o pedido de rescisão: