Foto: Fabiano Rocha / Fabiano Rocha

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj ) decidiu por unanimidade nesta segunda-feira (6) pela retomada do prazo da defesa do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, a partir de quarta-feira (8), conforme determinado pela procuradoria.

Segundo o presidente da Comissão Especial de impeachment, Chico Machado, o documento que visa acelerar o processo contra o governador será publicado no Diário Oficial na terça-feira (7).

A Alerj havia atendido a um pedido de defesa de Witzel de suspender a contagem na semana passada. O advogado Manoel Peixinho alegou suposta falta de documentos e testemunhas que comprovassem a denúncia, além do rito processual não ter sido definido formalmente.

A decisão de manter dar prosseguimento ao processo ocorreu mesmo após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negar acesso aos documentos da investigação Placebo aos parlamentares.

De acordo com o rito, Witzel tem o prazo de dez sessões para se defender após ser notificado. Esgotado o tempo, a comissão decidirá pelo afastamento ou não do governador.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram