Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Começa nesta terça-feira (14) a eleição que vai definir o apoio dos sócios brasileiros à indicação do ex-ministro da Educação (MEC), Abraham Weintraub, para a diretoria executiva do Banco Mundial, informa a Crusoé.

Colômbia, Equador, Filipinas, Haiti, Panamá, República Dominicana, Suriname e Trinidad e Tobago vão decidir a partir de hoje, se apoiam a candidatura de Weintraub.

Os países têm até 30 de julho para votar. Mesmo que todos eles se oponham, basta o voto brasileiro para impor vitória ao ex-ministro.

Ontem, o Banco Mundial confirmou a Paulo Guedes que recebeu os formulários de nomeação e de voto assinados pelo ministro.