O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, defendeu nesta terça-feira (16) as urnas eletrônicas e criticou o voto impresso. “Às vezes, esse assunto se move por algum grau de desinformação, pois fraude havia no voto impresso”, afirmou.

“Nunca se provou nada”, afirmou Barroso, ao declarar que o sistema brasileiro é “o melhor do mundo”. Por causa das eleições municipais, previstas para novembro deste ano, o debate sobre voto impresso e eletrônico voltou à tona.

Na segunda-feira (14), o Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para declarar que a medida é inconstitucional.