Após incoerências no currículo, presidente Jair Bolsonaro decidiu suspender a nomeação de Carlos Alberto Decotelli da Silva como o novo ministro da Educação. Ele foi anunciado pelo chefe do executivo a última quinta-feira (25).

“O presidente já procura um novo nome para o ministério. Infelizmente, a avaliação é de que não há como seguir com Decotelli. Se mente no currículo, pode mentir em tudo. Confiança é algo crucial”, diz o ministro palaciano à revista Veja, sob a condição de anonimato.