O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) suspendeu, por 30 dias, a licitação para compra de lanches para Dias Toffoli e suas comitivas durante viagens em voos com os aviões da Força Aérea Brasileira (FAB).

O diretor-geral do CNJ, Johaness Eck, determinou que o pregão seja retomado em “momento mais oportuno”:

Considerando o atual cenário de emergência de saúde pública decorrente da pandemia do Novo Coronavírus, bem como as diversas medidas que estão sendo adotadas para mitigar a propagação da referida doença, inclusive no que se refere às restrições de viagens e encontros presenciais, encaminhem-se os autos à Comissão Permanente de Licitação (CPL), para que se suspenda, por 30 dias, a realização do Pregão Eletrônico n. 06/2020 a fim de que a Administração reavalie o momento mais oportuno para a realização da licitação.

A licitação custaria R$ 217 mil aos cofres públicos e é a primeira vez que um edital assim foi feito no CNJ.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram