No dia 22 de outubro do ano passado, em um quarto de hotel no interior da Paraíba, a Polícia Federal flagrou uma entrega de propina de R$ 25 mil ao prefeito de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes (PSDB) para posterior repasse ao deputado federal afastado Wilson Santiago (PTB/PB).

Em vídeo, o prefeito e o empresário/delator George Ramalho conversam sobre a necessidade de uma ‘reunião técnica’ em Brasília, e dizem que ‘tem que botar Wilson no meio também’, pois seria ‘responsabilidade dele’, registra a representação da PF.

Em seguida, Bosco concorda em levar os R$ 25 mil e pergunta para quem é o dinheiro. George responde que seria para Wilson, diz a PF. Bosco então retira o dinheiro da sacola e coloca o montante nas ‘roupas de baixo’ dizendo: ‘na cueca, camisa é curta’.

Confira o momento

Siga a Gazeta Brasil no Instagram