O deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP), disse à Justiça que o deputado federal Eduardo Bolsonaro entregou a cópia de um dossiê sobre Antifas para a Embaixada dos Estados Unidos (EUA).

Garcia foi condenado na semana passada a indenizar uma mulher que teve seu nome e dados particulares inseridos nessa listagem de pessoas que, segundo postagens feitas pelo próprio parlamentar, seriam “terroristas”.

O dossiê, que 56 laudas e dados pessoais, inclusive fotografias, de quase mil pessoas, foi feito informalmente, não é resultado de investigação oficial. O deputado pedia nas suas redes sociais que denúncias fossem encaminhadas e as acrescentava na listagem.

O deputado negou à Justiça que tivesse participado da elaboração e da divulgação do dossiê, mas admitiu que o encaminhou para autoridades.

Nas rede sociais, Garcia comentou sobre uma matéria do Antagonista, relatou o depoimento do parlamentar bolsonarista, dizendo que ele “entregou Eduardo”, e divulgou um vídeo sobre:

“Este Diogo Mainardi faz um jornalismo podre mesmo. Podre como toda a redação do AntaAgoniza… Faz mais de dois meses que eu falei que a ação era conjunta entre mim, Gil Diniz e Eduardo Bolsonaro. Estão requentando o quê??? Assistam vídeo direito e parem de encher o saco!”

O deputado federal Eduardo Bolsonaro também comentou sobre o ocorrido.

“Querem criar intriga entre nós. Meu total apoio aos Deputados Estaduais Douglas Garcia e Gil Diniz. A propósito, não sigo os Antas tem tempo”, afirmou.