Fernando Gallo, um dos diretores executivos do Twitter, disse em entrevista para a Folha de S. Paulo que a PL 2630, também conhecida como “PL da Censura” e  das “Fake News”, que foi aprovada pelo Senado, “causa uma série de prejuízos e riscos a direitos fundamentais das pessoas, como liberdade de expressão, proteção de dados, privacidade, acesso à informação”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A internet, como ela foi idealizada, foi idealizada para ser uma internet aberta, e é preciso olhar para o tema regulatório também tendo em vista as consequências que a regulação pode ter sobre a competição, para que a gente evite entrincheirar os maiores atores, as maiores empresas, em uma posição de ainda maior dominância”, continuou Gallo.

E finalizou:

“Para isso, você precisa proteger a competição”.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a PL deva em breve e que está trabalhando para construir uma maioria para a aprovação do texto.