Foto: reprodução

O tucano governador de São Paulo, João Doria, criticou o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por culpa a ditadura da China pela pandemia do coronavírus (Covid-19).

Ontem (19), Eduardo compartilhou uma série de tuítes de um jornalista do site Spotniks sobre a responsabilidade da ditadura na explosão da epidemia da doença, censurando informações e ameaçando médicos.

“Lamentável e irresponsável a declaração feita pelo filho do presidente, deputado Eduardo Bolsonaro, sobre a China”, escreveu Doria em seu Twitter, na manhã desta quinta-feira (19).

E mais:

“Além do absurdo de minimizar a pandemia e convocar manifestações, ignorando protocolos mundiais de saúde, colocando em risco milhares de vidas, agora ele envergonha os brasileiros com declaração preconceituosa sobre o mais importante parceiro comercial do Brasil”.

“Minha solidariedade ao povo chinês pela luta contra o coronavírus e pelas vidas perdidas”.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram