Foto: Reprodução

O governador tucano de São Paulo, João Doria, autorizou na tarde desta segunda-feira (6), que a Polícia Militar (PM) prenda quem não seguir as medidas restritivas impostas por ele contra o coronavírus (Covid-19).

“Até porque se não o fizerem, a segunda etapa será a de medidas coercitivas, podendo penalizar essas pessoas com as penas previstas em lei, que vão inclusive à prisão”, disse Doria.

“Eu tenho certeza de que isso não será necessário, de que as pessoas compreenderão a necessidade de ficar em suas casas e atenderem a recomendação”.

Segundo ele, “as guardas municipais ou guardas metropolitanas deverão agir e, se necessário, recorrer à Polícia Militar do Estado de São Paulo para que imediatamente possa haver a dissipação de qualquer movimento ou aglomeração”.

E completou em tom de alerta:

“Nenhuma aglomeração de nenhuma espécie em nenhuma cidade ou área será permitida.”

Siga a Gazeta Brasil no Instagram