O governador tucano de São Paulo, João Doria, afirmou nesta quarta-feira (13), que não está tomando cloroquina/hidroxicloroquina no tratamento contra o novo coronavírus (covid-19). Ele ainda criticou o presidente Jair Bolsonaro, defensor do medicamento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“De jeito nenhum. Só tomo aquilo que os médicos recomendaram, não o que o presidente Bolsonaro recomenda. E os médicos não me recomendam cloroquina. Aliás, o Dr. [infectologista] David Uip não me prescreveu nenhum medicamento, apenas o isolamento”, disse o governador do PSDB à CNN Brasil.

“Não houve recomendação [da cloroquina] e nem haveria recomendação para isso, embora eu respeite, porque é um medicamento que apenas médicos devem recomendar e com a concordância do paciente. Mas aqui não houve espaço e nem necessidade”, finalizou.