Foto: Facebook

Denise Abreu, demitida da prefeitura de São Paulo em 2018 por João Doria após a divulgação de gravação sobre propina, foi recontratada em março de 2020 pelo governador como assessora da Secretaria de Governo, informa a Folha de S. Paulo.

Segundo o jornal, dois meses depois, foi transferida para a Casa Civil, com o salário de R$ 12,6 mil.

Denise é amiga pessoal da primeira-dama de São Paulo, Bia Doria.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram