Foto: reprodução/Youtube

Ouça essa matéria na integra

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), pediu à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News para requisitar do Facebook os endereços de IP de onde partiram logins nas páginas da Direita Vive 3.0 e do Avança Brasil, que seriam, de acordo com o parlamentar, administradas pelo suposto “gabinete do ódio”, insinuado pela deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

O objetivo é chegar aos responsáveis pelas contas — na rede social, os perfis defendem o presidente Jair Bolsonaro (Aliança Pelo Brasil), a Lava Jato, a prisão em segunda instância e o pacote anticrime.