Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux decidiu nesta terça-feira (19), que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) poderá julgar ação disciplinar protocolada contra o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol.

A decisão revoga medida tomada pelo próprio ministro do STF na semana passada, quando ele suspendeu a análise da ação contra o chefe da força-tarefa da Lava Jato no Paraná.

Na decisão de hoje, “à luz do fato superveniente de instrução completa do feito e à luz da jurisprudência do STF”, Fux liberou o CNMP “para prosseguir no julgamento”.