Foto: reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, aproveitou a epidemia do coronavírus para enviar a senadores e deputados, uma proposta de PEC, feita por ele em 2017, que transforma o regime brasileiro em semipresidencialista, informa a Folha.

Segundo o jornal, “o texto era uma resposta aos que escreviam para pedir ideias sobre o que fazer neste momento de crise, diante da inépcia do presidente Bolsonaro”.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram