O governo federal trabalha para enviar ao Congresso o texto completo da reforma tributária até, no máximo, a próxima terça-feira (29), informa a CNN Brasil. A versão final da proposta foi fechada neste fim de semana e inclui a criação de um imposto digital, proposto como forma de viabilizar a desoneração da folha de pagamentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ideia da equipe econômica é incluir ainda a tributação sobre lucros e dividendos e o aumento da faixa de isenção do imposto de renda.

A proposta foi remetida pela equipe econômica ao Palácio do Planalto na sexta-feira (25) à noite e possuía cerca de cem páginas em sua versão original. Ao longo do fim de semana, ministros e técnicos da Economia e da Casa Civil, além de integrantes da articulação política, trabalharam na revisão do texto da reforma.

A avaliação é que o texto agora está “tecnicamente pronto” e falta apenas o aval político final. Essa decisão será tomada na segunda-feira (28), em reunião do presidente Jair Bolsonaro com líderes da base aliada, segundo a emissora.