O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, afirmou, em entrevista à CNN Brasil, nesta quarta-feira (27) que o ministro do Supremo Tribunal Alexandre de Moraes é “advogado do PCC” (Primeiro Comando da Capital).

“Hoje o STF impede o presidente do exercício pleno do seu governo. E todos os seus aliados como eu somos vítimas de perseguição, principalmente, nesse processo que é inconstitucional. Presidido pelo pior ministro do supremo. Pior. Que tem a pior historia. Que era advogado do PCC [Primeiro Comando da Capital] em São Paulo. O maior grupo de narcotraficantes do Brasil. Assassinos de policiais militares, policiais penitenciários e policiais civis. E o advogado deles era o [ministro] Alexandre de Moraes. Hoje, desgraçadamente, veste [o ministro] uma toga do STF. [Alexandre] Desonra o supremo”.

O delator do mensalão disse o STF é “puxadinho do PT e do PSDB”. “É uma corte de justiça comandada de fora para dentro. É comandada pelo [ex-presidente] Lula, pelo Fernando Henrique [Cardoso] e pelo José Dirceu. Esse supremo não representa o povo do Brasil. Essa corte quer calar todos os que estão em volta do presidente levantam a sua bandeira e impunham a espada em sua defesa”, disse o ex-deputado.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram