Foto: reprodução

O deputado Julian Lemos (PSL), importante aliado de Jair Bolsonaro na campanha de 2018, lamentou a morte do ex-ministro e coordenador de campanha do presidente, Gustavo Bebianno.

“Estou sem chão pela proximidade que eu tinha com Bebianno. Um irmão”, afirmou ao site O Antagonista.

“Bebianno morreu de tristeza. Morreu de tristeza porque não era deste mundo político sujo e desleal. Nunca vi um homem de um coração tão bom. Eu costumava dizer que ele era melhor do que eu. Eu vi um homem que amava o presidente Bolsonaro. Eu vi um homem chorar abraçado com Jair Bolsonaro no aeroporto em São Paulo certa vez. E ele falava de Bolsonaro com o maior amor que você possa imaginar”.

E mais:

“Sobre a morte do Bebianno eu só vou dizer uma coisa: entrego nas mãos de Deus, que Deus julgue as consequências desta morte dele. Um cara na flor da idade.  Bebianno teve sua honra maculada por mentiras e calúnias. Quem cerca ele sabe, Bebianno morreu de tristeza. E peço a Deus que se faça a Justiça”.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram