Foto: reprodução

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) pediu a aliados que evitem defender a saída do presidente da República, Jair Bolsonaro, informa a Crusoé.

Segundo a revista, “ele avalia que a crise do novo coronavírus é de proporções gravíssimas e não seria razoável escalar a guerra política neste momento”.

Com isso, Maia deve engavetar os pedidos de impeachment contra o presidente.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram