Em entrevista para o jornal O Estado de São Paulo nesta quarta-feira (30), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, acusou o ministro da Economia, Paulo Guedes, de estar “desequilibrado”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Maia quis rebater à acusação de Guedes de que ele teria feito um acordo com a esquerda para não pautar as privatizações. “Não há razão para interditar as privatizações”, afirmou o ministro mais cedo.

Maia já havia feito críticas a Guedes na terça-feira (29) por, na visão do deputado, ter interditado o debate sobre a reforma tributária.