O ex-ministro da saúde Henrique Mandetta fez duras críticas à ala militar à frente do Ministério da Saúde. Segundo ele, os militares escondem informações da sociedade. A declaração ocorreu na tarde deste sábado (11) de um debate online organizado pela revista IstoÉ e pelo Instituto Brasiliense de Direito Público. 

“Em saúde ter segredos é o caminho mais rápido da tragédia (…). “Na nossa sucessão vieram militares. A primeira coisa que eles fizeram foi não mais mostrar os números 17h, não mais mostrar nada”.

“O Ministério da Saúde perdeu a credibilidade e não tem mais credibilidade para vir a público falar. Os números lamentavelmente estão onde estão e ainda estamos começando [a epidemia] na região Sul. temos o Centro-Oeste que ainda não aconteceu, e ainda vamos ver essas segundas ondas”, atacou