Foto: reprodução

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ainda não fez algum comentário público sobre o MPF denunciar Glenn Greenwald e os hackers de Araraquara por envolvimento no ataque hacker a celulares de autoridades e da Operação Lava Jato.

Segundo a revista Crusoé, Moro estava em reunião ministerial com Jair Bolsonaro quando soube da notícia e foi aconselhado por assessores a manter o silêncio.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram