O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participa do Dia Nacional de Combate à Pirataria.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse, através da sua conta no Twitter, que pessoas com suspeita de infecção por coronavírus podem ser colocados em isolamento e quarentena compulsoriamente. Ministro já havia falado sobre a possibilidade de internação compulsória e argumentou que a legislação permite a medida.

Ontem, Moro falou sobre a possibilidade de internação compulsória no Twitter. “Pacientes com suspeita de coronavírus devem seguir as recomendações médicas de isolamento e quarentena. Elas podem ser impostas compulsoriamente, com base na Lei 13979 e na Portaria 356/Min da Saúde. Mas isso não é necessário com autorresponsabilidade. A saúde pública é a lei suprema”, escreveu.

 

 

 

Siga a Gazeta Brasil no Instagram