Foto: reprodução/Youtube

Em 28 de abril de 2018, Gleisi Hoffmann gravou um vídeo e, divulgou em suas redes sociais, onde, responsabiliza o Sérgio Moro, que ainda era juiz na época, por tiros desferidos contra a Vigília Lula Livre acampamento em Curitiba.

Além de acusar o atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Gleisi ainda anuncia uma viagem para o Chile, onde diz que vai “fazer uma violência internacional”.

Segundo sua assessoria da petista, “violência internacional” seria uma “denúncia”.

Confira

Siga a Gazeta Brasil no Instagram